**Vida Prática**

Wednesday, June 28, 2006

Bebês e Crianças

Aqueles conselhos...
que afinal estão errados!

A camomila é boa para aliviar os gases
FALSO Não está provado. Apenas se sabe que altera o ritmo das refeições dos bebês.
Por isso deve sempre consultar-se o médico antes de dar ao bebê. Quando se administra uma substância com fins terapêuticos deve ter-se em conta não só a sua manipulação e armazenamento, mas também a dose correcta a dar. E esta só pode ser estabelecida por um profissional que conheça bem as propriedades do medicamento e as características da criança.



O melhor para eliminar a crosta láctea
é fazer massagens na cabeça com azeite
FALSO A crosta láctea é uma dermatite seborreica e tem tratamento específico. É verdade que o azeite, por ser oleoso, parece ajudar a desprender essa crostinha, mas de facto é que a única coisa que conseguimos com este procedimento é sujar o bebê. A crosta láctea deve ser tratada com cremes receitados pelo pediatra.


Mel nas irritações ou assaduras alivia a dor
FALSO Não faz qualquer sentido e, como todas as substâncias não prescritas pelo médico, corre-se o risco de infecções. O mel não é preparado nem convenientemente manipulado para ter uso dermatológico.


Misturar uma colher de papa no leite do bebê
ajuda-o a dormir

FALSO Normalmente, o pediatra recomenda introduzir a papa a partir dos cinco ou seis meses, uma vez que até aí o intestino de um bebê não está preparado para digerir sólidos. O mais provável é que a única coisa que consigamos com esta prática seja provocar-lhe uma digestão pesada e até vómitos e náuseas.


Colocar duas gotinhas de azeite morno
no ouvido acalma a dor

FALSO Nunca deve colocar-se nos ouvidos algo que não tenha sido recomendado pelo pediatra. Uma infecção nessa zona ( e o azeite poderia provocá-la ) é muito complicada e pode provocar uma lesão grave no tímpano.



Próximo artigo: Guia de emergências - Pancadas na cabeça




Guia de emergências
Pancadas na cabeça

Entre todos os acidentes infantis, as quedas que resultam em lesões no crânio são das mais frequêntes. Embora sem alarme, há que prestar-lhes especial atenção, mesmo que sejam leves, porque as pancadas podem chegar a causar dano no cérebro. Em que consistem os primeiros socorros?


Com corte e ferida
*A criança sangra

1. Observar se tem corpos estranhos incrustados e se os ossos cedem ao tacto;
nesses casos, não tocar e acudir ás urgências.
2. Se tem um corte na pele, lavá-lo bem debaixo de água corrente, pressionar a
ferida com uma gaze (detém a hemorragia) e aplicar gelo envolvido num
pano.
3. Caso a ferida seja grande e profunda e possa precisar de uns pontos, ir ao
hospital antes de passarem quatro horas.


Hematoma
*A criança pode ter dor de cabeça

1. Aplicar frio local, com gelo envolto num pano e dar-lhe um analgésico.
2. Observar se o hematoma se torna maior, se alarga ou fica mole; nesse caso
há que ir sem demora ao hospital.


Nódoa negra sem ferida
*A criança tem dor de cabeça

1. Aplicar frio com gelo envolto num pano. Dar-lhe um analgésico suave.
2. Comprovar que a nódoa negra e a dor se reduzem. se vemos que aumentam,
ir logo ás urgências.


Comoção cerebral

Trata-se de um movimento do cérebro dentro do crânio.
Produz uma leve perda de consciência ou de memória, ás vezes de muito poucos segundos, podendo, inclusivamente, passar despercebida.
Além disso a criança pode ter tonturas, sonolência, vómitos repetitivos, dor de cabeça, irritabilidade, mas deve responder cada vez melhor aos estímulos.

Mesmo que a criança desperte imediatamente, deve ser examinada por um médico para descartar qualquer tipo de lesões internas!



Fractura no crânio
*A criança sangra pelo ouvido ou pelo nariz (sem, no entanto, ter dado nenhuma pancada directamente nessa zona), fica com os olhos roxos, tem um hematoma grande ou que cresce, os ossos da cabeça cedem ao tacto, tem vómitos com sangue e o seu comportamento não é, de todo, normal; está desorientada, não fala bem...

1. Aplicar frio local (uns cubos de gelo envoltos num pano) sem apertar.
2. Levá-la ás urgências.



Se é um bebê...
Uma pancada na cabeça devedeixar-nos em alerta porque os ossos do crânio são muito macios e ainda não fecharam.
Deve consultar-se o médico antes de passarem 24 horas. Se aparecerem alguns dos seguintes sintomas, há que ir ás urgências:

* Perda de consciência
* Vómitos
* Irritabilidade
* Tendência para o sono
* Um hematoma mole, que vai crescendo
* Respiração mais rápida do que o normal, ou queixosa










1 Comments:

  • At 4:28 PM, Blogger Nina said…

    Olá vim contar o que ouve com meu filho de sete anos,
    Eu estava lavando a cozinha e estava escorregadia por causa do sabão e meu filho foi correndo para cozinha der repente quando eu olhei vi que meu filho Filipe tinha caído violentamente no chão e batendo a cabeça tão forte que ele ficou tonto na hora e sentiu sono logo em seguida
    Der repente ele olha pra mim e fala que esta surda quando eu olho para ouvido direito dele estava escorrendo sangue! Então comecei a perguntar o nome dele o que tinha a com tecido e vi que ele estava sem memória não se lembrava de nada
    Nem como caiu.
    Levei ao médico
    E o mesmo não deu muita atenção disse que era um corte externo na orelha enrolou uns gases e passou um analgésico
    No outro dia seguinte vi que não tinha corte nem um na orelha do meu filho.
    Resultado, o medico Doutor: Ricardo Cortes CRM39. 100 mentiram para mim!
    Hoje meu filho aparentemente está bem pela graça de DEUS porque se eu estivesse contando com ajuda deste médico meu filho estaria sei lá como.
    Porque não examinou, não tirou nem um raios-X
    Apenas olhou e tocou com os dedos só isto, e disse que não era nada.

     

Post a Comment

<< Home